domingo, 31 de maio de 2009

Pós Morte - Concepção Teosófica


24 de novembro de 2005


Post Mortem: Design by Teosófica Mahajah! Ck


A morte é o mistério mais intrigante dos limites desconhecidos que desafiam a inteligência humana. Com a morte de duas opções, aprensentam antagônico ao raciocínio: 1) a morte é o fim, o sentido do "eu", auto, deixa de existir quando o corpo perece, 2) a morte é uma transição Há algo mais, o " além ", começa uma outra vida, ou a continuidade da existência que transcende o último suspiro primeira opção, a morte como uma passagem para o Nada", "resolve-se sem qualquer especulação, não dá azo a discussão, porque o" Nada "é invariável indiscutilvente : sua essência é "não-ser." A segunda hipótese, em vez disso, a perguntas sobre o tipo de vida, a natureza dos outros mundos, a essência da vida póstuma. As principais religiões do mundo diferem uns dos outros sobre estas doutrinas temas.As das crenças ocidentais eo Islã tendem a se aprensentar no post mortem em sua escritura, superficialmente ou por meio do caminho torto dos carros alegóricos. No Oriente, o hinduísmo eo budismo tibetano e indianos são extremamente detalhada em relação a este assunto e suas visões são menos fascinantes.Os budistas acreditam na reencarnação, a lei do Karma, que dirige a série de revivals que cada ser humano experimenta. Eles acreditam, portanto, não só na vida após a morte, a sobrevivência do "Ego Superior", mas também a teoria de que as vidas humanas, muitas vezes na Terra e outros planetas, de acordo com uma jornada de aprendizagem para a iluminação espiritual durante um período de tempo tão tempo que pode ser perfeitamente entendido como "Eternity". Teosofistas, os estudiosos da "Religião da Verdade", aprovada a-budista tibetano sobre o fenômeno da morte de seres humanos no planeta Terra. Suas idéias não combinam com o design dos Espíritas Cardec embora ambas as escolas de pensamento têm em comum. Eles concordam, por exemplo, com a idéia da reencarnação e do tempo necessário para que um espírito desencarnado retorno a uma nova experiência em um novo corpo, ambas as escolas concordam, também, que as reencarnações ocorrem em condições favoráveis para o resgate de erros que o espírito comprometido em outras encarnações, ou seja, mais uma vez, a regência da Lei do Karma.

As irmãs Fox: Kate e Margaretta / Cathie.Elas causou sensação em 1840, quando os jornais comentou capacidadede sua comunicação com os espíritos em sessõesque estavam em sua casa, Hydesville - Irmãs NY.As edesempenharam papel tornou-se profissional em mídias movimentoespírita fundamenal. Muitos consideraram-las como fraudes.

Há, no entanto, apontar as diferenças entre a Teosofia eo Espiritismo, em especial no que respeita ao chamado fenômenos espíritas, "as tabelas ou transformar tabelas em branco, onde os fãs Kardek realizadas sessões de evocação do morto. Teosofistas condenam essas práticas que consideram perigoso ilusório e, em muitos casos, fraudulentas. Alegam que os espectros de fé que eventualmente se materializar, ou se manifestam nas sessões, são verdadeiros "fantasmas", duplo astral da pessoa morta, cascão mera parte do corpo físico é ido. A regra geral é que os problemas entre o vermelho eo desencarnados.Este corpo astral, que é um dos "corpos" do homem, sobreviver algum tempo depois da falência do ser orgânico. Você pode andar na terra, fazendo aparições em espírito reuniões, levantar algumas sobrancelhas por sua capacidade de se comunicar telepaticamente ou "tomar" o corpo do médium, para mencionar nomes e fatos relacionados com o falecido, porque conserva a memória permanece, no entanto, sua existência é efêmera. A substância do corpo astral tende a quebrar , geralmente rapidamente, assim como o corpo se decompõe, e após um certo período, que pode variar de dias a anos (em circunstâncias especiais), toda a matéria que a compõem astral está espalhada Natureza. Em sânscrito, língua da Índia antiga, o corpo astral é chamado " Linga-share.


Espírito
Considerando-se o ponto de vista teosófico a vida em oposição a morte deve ser substituído pelo conceito de vida unitária da vida "vida terrena" e "não vida terrena". A morte seria apenas o processo de transição de uma situação para outra. Não há qualquer interrupção ou fim da vida, antes de uma mudança na condição de ser homem e ESTAR.O "encarnado" consiste em sete princípios ou "corpos" físico-químico-biológica. Na morte, o espírito, que distingue a Teosofia de "alma" deixa quatro desses órgãos ", que são chamados de" princípios inferiores. Eles são feitos de material denso especialmente adequado para aa vida no planeta Terra. Estes princípios empíricos estão abaixo: 1) o corpo físico, animal (Rupa), 2 soul físico), animais (Kama-Rupa), 3) Princípio vital, o prana, 4) Corpo Astral (Linga Sharira). Os restantes três princípios, chamados de "prémio" é manas vida (individualidade), buddhi (manas do veículo) e Atman, a centelha divina, a conexão de identidade com o Ser Primordial, Deus. Todos estes três princípios, indiviso, é o Espírito ou eu Superior.A vida do Espírito é eterna oposição à "carne", que é perecível. É o Espírito, sendo feito de substância sutil real que sobrevive ao corpo de matéria densa: "O ego é reencarnado como o próprio indivíduo e do imortal, não o pessoal ..." [BLAVATSKY, 1983 - p 131]. Acontece que a "personalidade" é um sistema complexo de associações circunstanciais que construir um senso de auto-reconhecimento, estreitamente ligada à vida do terreno físico no mundo físico terreno.Para Onde We Go: As Escrituras Sagradas Em cristã e islâmica contém numerosas referências ao destino do espírito após a morte. Ambos são semelhantes em seus pontos de vista: o bom, que obedecia as leis de Deus, vão para o céu, as más, praticantes de pecados graves, vá para inferno. No catolicismo, há: uma região média, o Purgatório, que abriga médio pecadores culpados, e para o limbo, onde estão os pagãos, não batizadas de acordo com os cânones da Igreja.Cristãos e associar os muçulmanos do Paraíso, para uma "terra de Benventurança" , felicidade, e do inferno, o martírio do fogo, onde o espírito torturado queimar e só ouvem "o gemido e ranger de dentes." Entre os gregos, as idéias sobre o post mortem ter mudado ao longo dos tempos, após a mudança de mentalidade das pessoas e organização social:
Nas primeiras representações do Inferno [os gregos] não existe qualquer conotação de castigo ou recompensa, como na doutrina cristã. Homero (século IX aC) descreve o Erebus [como era chamada a região dos mortos], como uma terra vasta planície, onde os mortos vagueiam por toda a eternidade como sombras sem inteligência, sem dor ou de alegria. Somente aqueles que cometeram crimes graves sofrer punição e poucos privilegiados continuam a viver na sombra do mundo realizando as mesmas atividades que realizavam na terra ... Mas são excepções ... Com o tempo, os gregos estavam organizados em cidades, criaram um sistema de justiça, ordem e disciplina, acreditando que os criminosos e recompensando os bons. A partir desta organização social, altera o conceito de Inferno, que pode ser dividido em duas regiões distintas: ... Tártaro, um lugar de expiação, onde mal pagam os seus defeitos, ... dos Champs-Elysées, ou Ilha dos Bem-aventurados, também imaginou as profundidades no solo, onde o bom desfrutar os frutos de suas ações. (Mitologia Grega - P 99)
Teosofistas adotar a visão budista, que só permite duas hipóteses para o espírito estrangeiros que nunca é punido por qualquer de suas ações na Terra. Punição no post-mortem é uma idéia considerada extremamente injusta e, portanto, incompatível com a natureza de Deus. A dor pode ocorrer, mas apenas como resultado de um estado de confusão de consciência, que pode dominar o Espírito, em nome da separação do corpo. É uma questão de tempo para a adaptação entre uma condição existencial do mundo e outra condição de meta-existência terrena (além terena). Em A Chave da Teosofia, H. P. Blavatsky escreve:

Nós não aceitamos nenhuma punição fora desta terra, porque o único estado que eu conheço na vida espiritual é o futuro de felicidade sem sombras. ... Não é possível os crimes e pecados cometidos em um plano de objectividade e em um mundo de pura matéria, não recebem a punição em um mundo de pura subjetividade. Nós não acreditamos no inferno ou o paraíso como localidades e em nenhum fogo do inferno objetiva ou em Jerusalém com algumas ruas incrustado de safiras e diamantes. Nós acreditamos em um estado pós-mortem ou condição mental semelhante ao que estamos em um lúcido.Acreditamos Lonh em uma lei imutável do amor, da misericórdia e da justiça absoluta, e acreditando que podemos dizer, qualquer que seja o pecado ... ninguém pode ser responsabilizado pelas conseqüências de seu nascimento. Ele não pede para os pais nascimento ou eleito para lhe dar vida. Em todo o respeito, é uma vítima de seu entorno, é um filho de circunstâncias sobre as quais nenhuma ação ou do poder ... Em essência, a vida é um incêndio cruel, um mar tempestuoso, que deve ser cruzado e, às vezes, um fardo muito difícil de suportar .... quase todas as vidas individuais ... estão sofrendo. Será que devemos acreditar que o homem pobre e indefeso, batido pelas ondas com raiva da vida, se você não consegue resistir e ver se arrastou por eles, seja punido com condenação eterna, ou mesmo a pena passar um? Nunca. Pecador Grande ou vulgar, bom ou mau, culpado ou inocente, uma vez livre do fardo da vida, Manu (ego "pensar"), exausto e consumida, tornou-se direito a um período de felicidade e repouso mesma lei absolutos.A infalível, sábio e justo ... que inflige o ego, a carne, a punição cármica para cada pecado cometido em sua vida anterior na Terra, preparando o corpo, agora desencarnados, um longo período de descanso mental, isto é, o abandono completo de acontecimentos infelizes e até mesmo os pensamentos mais doloroso insignificante que passou como uma personalidade em sua vida passada ...

Kama-Loka
Logo após a morte do espírito de experiência mortal, um estado nebuloso de consciência. Muito poucos que entram imediatamente em plena consciência do que está acontecendo. Em geral, a sensação é de estar imerso "em um sonho ou um sono sem sonhos completamente caótico, semelhante à aniquilação" (Blavatsky, 1983 - p 160). Este estado de confusão, é um estado de consciência que conduz o espírito estrangeiros a dimensão existencial do Kama-Loka, um lugar de purificação, que se dissipou transtornos mentais e até mesmo póstumo, que estão espalhados os restos de terra ou matéria, a alma animal , Kama-Rupa, o que tende a permanecer ligado ao espírito, recusou o seu destino inevitável, que é a desintegração.

Quando o homem morre, seu menor três princípios deixá-lo sempre, isto é: o corpo [Rupa], da vida [Prana], o duplo ou corpo astral do homem [Linga-share]. Em seguida, os seus outros quatro princípios: [1] princípio central ou no meio (a alma animal, ou Kama-Rupa), com tudo o que assimilou os manas inferiores [personalidade] e maior Tríade [2.Atma, 3.Buddhi, 4. Manas Superior], estão em Kama-Loka. Esta é uma localidade astral, ou Limbo da Scholastic Hades Teologia do antigo [grego], em suma, um lugar apenas no sentido definido relativo.Não área não tem limites, mas existe dentro do espaço subjetivo que está fora do alcance de nossos sensorial percepções. Sem dúvida, e é aí que eilodons astral [alma animal] de todos os seres que já viveram, incluindo os animais, segundo espera a sua morte. ... Para os animais, [a segunda morte] vem com a desintegração eo desaparecimento completo das suas partículas astral. Para o Eidolon humanos, começa quando a tríade Atma-Buddhi-Manas separa-se de seus princípios inferiores, ou um reflexo da personalidade que foi para introduzir um devakhânico estado. (Blavatsky, 1983 - p 143)

O processo leva cerca de purificação como o Espírito permanece mais ou menos identificados e iludidos com a realidade da vida na Terra, apegado às coisas, pessoas e emoções desse período de existência em condições mundanas. Enfurecido, esses espíritos são usados em Alma Animal (ou instintivamente) como um último recurso para o acesso ao "plano terra", porque só esta alma ainda pode se manifestar nesse plano, impulsionado pelo desejo que domina a mente, que é o próprio Espírito . Estimulado pela captura de prana, alma personalidade instintinva alimentar do homem que morreu, a Alma Animal - Kama-Rupa, pode permanecer no mundo buscando a satisfação dos desejos sensuais e sensoriais - comida, bebida, drogas, sexo, desejo de vingança, não ultrapassar tristeza, culpa, etc .. Ao vaguear a terra, o "escudo" de Rupa, o corpo está conectado (por energia psicotrônicos ou mental) para o Espírito que fortalece quando você discorda com a sua mudança de estatuto ontológico.

ESPÍRITA FENÔMENO
Kama Ghost-rúpico [é] ser privado da sua princípio do pensamento, não [têm mesmo] a inteligência dos animais e. .. sem cérebro físico, a fim de se manifestar, desaparece. ... É uma entidade não-real, com relação a faculdades que pensar e meditar, no entanto, é uma entidade, enquanto o astral e fluídico ... Em alguns casos, inconscientemente atraídas magneticamente e pelo meio, [ao vivo] por algum tempo, sobrevive [por meio] por procuração. ... O Kama-rupa viver na aura de um tipo médio de vida artificial, pensa e diz que o cérebro do meio ou outras pessoas presentes.

Kama-Rupa é uma relíquia "da personalidade etérea. Prejuízo das atrações terrenas, apressa-se em Kama-Loka. Destruição Seu nunca é instantânea, e às vezes o processo pode durar séculos. A pessoa que está lá com resíduos de outros egos pessoais ", se transforma em um escudo ou uma elementar. Estes reservatórios e os elementais são os protagonistas de "aparições e manifestações", na sessão: "Todas estas comunicações com os mortos necromancia e altamente perigosa prática ... [chamados]" espíritos "não sabem o que dizem, como papagaios repetindo o que eles encontram no cérebro do meio e os outros ... "(Blavatsky, 1983 - p 184)



Devakhan
Devakhan é um paraíso onde reina a felicidade e "há menos sofrimento ou a sombra de penas" (Blavatsky, 1983 - p .45). Em Devakhan, o Espírito esquecer todas as misérias da vida terrena. Ser-Mente-Guy, livre das limitações (orgânico) do cérebro é dotado de capacidade criativa completa, é um estatuto ontológico (a pé), de que "é para falar", ou, mais precisamente, pensar, idealizar Criar . Essa é uma fonte de felicidade em Devakhan: pensamento e é, na verdade, criador, imediatamente percebendo as aspirações de todos que fazem uma experiência devakhânica vida cheia de felicidade que justificam plenamente o significado do termo "Devakhan (mencionado acima):" Land dos Deuses ", porque o ego superior, que se junta Deva-Khan, é um que recuperou seu status como" Deva ", a condição de" um deus "ou um" Ser Angélico. "No Devakhan, Espírito Forma resgata todas as sofrimento decorrentes de frustração e angústia emocional, que acumulou a vida passada. entanto, a devakhânico mundo "é diferente para cada Ego, depende, nomeadamente, as idéias de" personalidade "experimentado recentemente. Na grande maioria das" personalidades "são criados sob a influência de um ambiente em um contexto cultural e, especialmente, as idéias de post-mortem que cada pessoa teve em vida na Terra.

[Para alguns], "a felicidade no devakhânico Estado é a completa convicção de que nunca houve abandonaram a Terra e que a morte não existe." ... Como a crença de que o homem tinha em relação à sua vida futura e do que se esperava, então será que o espera. Quem não espera nenhuma vida futura, vai encontrar um vácuo absoluto, semelhante ao aniquilamento, no intervalo entre duas encarnações. ... A morte é uma sono.Depois da morte começa a se desenrolar diante dos olhos espirituais ... a representação de [um] programa e aprendi que, muitas vezes, era composto por nós mesmos ... [É a realização] ... crenças [que abraçam]. A Igreja Metodista é metodista, muçulmanos é um muçulmano, pelo menos por um tempo .... Quando se trata de um materialista completo, é possível que a perda da própria percepção e consciência depois da morte ... [Para alguém que gosta - o materialista ou o cético], o intervalo entre duas vidas se assemelham será um sono tranquilo ... inteiramente livre de sonhos cheios de imagens ou indefinido, para o mortal comum, o sonho é tão vivo e animado sobre a própria vida, cheia de felicidade e visões reais. ... Devakhan é uma ilusão da nossa consciência, um sonho feliz. (BLAVATSKY - 1983)

Kama-Loka e Devakhan, a adição "dos teósofos (inspirados pelo budismo), são conceitos que implica admitir, também, e acima de tudo, a idéia de reeencarnação, cujo eixo central é acrença que o Espírito experimenta muitas vidas, corpos, lugares, tempos e até mesmo planetas diferentes. A fé cristã-católica rejeita a reencarnação, a sucessão de vidas e prega a "ressurreição da carne" no dia do juízo final ". No entanto, o Novo Testamento contém pelo menos uma passagem, o famoso e controverso sobre o assunto, quando Jesus, falando de John the Baptist declara: "Em verdade vos digo que, entre os nascidos de mulher, não surgiu outro maior do que João Batista .. .. E se você entender, este é o Elias [o profeta do Antigo Testamento], que está para vir. Aquele que tem ouvidos de ouvir. "(Mateus 11:2) o hinduísmo eo budismo, este último desenvolvido tanto na Índia como Tibete são as religiões mais antigas histórico que professam a doutrina da reencarnação e muitos dos conceitos associados com a lógica da reencarnação samsara, o ciclo de renascimentos muitos, e Karma, a Lei de retribuição justa, estabelecendo as circunstâncias e as oportunidades que cada um encarna Ego . O Espiritismo, mas também adotou a doutrina da reencarnação aprensenta uma visão de pós-muito diferente da de Leste em particular no que diz respeito a dois pontos: 1) a questão da comunicação entre vivos e mortos, e 2) o tempo decorrido em anos entre terra e uma teosofistas outra.O encarnação não acredito que o verdadeiro Ego Superior, ou Espírito manifesta-se entre a Terra e acredito que este tipo de comunicação um ano de crueldade psicológica, principalmente para os desencarnados, deste modo, seria encontrar-se livre das misérias da vida terrena ou depois da morte, uma vez que esposto para ver e saber tudo sobre o que acontece entre aqueles que deixaram para trás. Isso significa que assistir, impotentes, sofrimento, humilhação e traição da memória muito do Espírito:

Acreditar que um espírito puro pode ser feliz enquanto vê condenado a testemunhar os pecados, erros, traições e, acima de tudo, os sofrimentos daqueles que são separados pela morte, e como que você desejar, sem ser capaz de oferecer-lhes assistência seria ser um pensamento pode ser incompreensível. (BLAVATSKY, 1983 - p 149)

O período de tempo decorrido entre a morte eo renascimento, para o comum dos mortais, situa-se entre dez a quinze séculos, ou entre um mil e quinhentos anos. Kardecistas As estimativas são bem mais modestos citando "casos" de espíritos que reencarnou na mesma família, por exemplo, duas ou três gerações após a morte.



Nirvana & NirmanakayasKama-Loka e Devakhan é o destino póstumo das pessoas comuns. Há, no entanto, espíritos elevados, que atingiram um estágio onde eles são livres de "roda de encarnações" - Samsara. Quando eles morrem, atingir o Nirvana, o que significa que esses espíritos tenham superado os desejos do mundo, venceu as ilusões da matéria, conseguir a libertação completa do mundo finito.

Quando a entidade espiritual rompe para sempre com cada partícula de matéria ou forma e é novamente uma respiração espiritual, só então entrar no Nirvana eterno e imutável, vivendo enquanto durou o ciclo de vida - uma verdadeira eternidade. Esse "fôlego", lá em espírito, não é nada, porque isso é tudo, como forma, aparência ou a figura tenha sido destruído completamente, como o espírito ainda é aboslute porque se tornou Egoidade. (p 119)

Aqueles que vieram para o Nirvana ainda não foi completamente absolvido da vida na Terra ou em qualquer outro planeta de matéria densa. Você pode ter um estatuto ontológico realmente divino. No entanto, nem todos aqueles que ganharam o Nirvana entrar neste descanso merecido. São espíritos que espontaneamente o levantamento do privilégio "de compaixão para a humanidade." Entre eles estão o cristão é chamado de "Santos"; Entre os bodhisattvas budistas são - a sabedoria do corpo ", ou mesmo são Nirmanakayas, que consideram um ato de egoísmo desfrutar do bem-venturança enquanto milhões de seres humanos são consumidos por todos os tipos de miséria. Estas são as únicas que garantem o bem humano daraca.

BibliografiaBLAVATSKY, Helena Petrovna. O post vários estados-mortem__________________________________ Da reencarnação e renascimento__________________________________ Kama-Loka e DevakhanIN A Chave da Teosofia [Trad. Ilka Arnaud] 's Planet - São Paulo: Ed. Três, 1983.MITOLOGIA Volume I GREGO - O reino das sombras. São Paulo: Abril Cultural, 1973.

sábado, 30 de maio de 2009

Te procurei por longos caminhos

Um dia estava triste e resolvi te buscar



Te procurei nos céus
Nos templos
Nas igrejas
Nas montanhas
Nas ruas
Mas não te encontrei
Não te encontrando, descri
Na descrença
Eu tropecei
E tropeçando eu cai
E ao cair, me machuquei
Alguém veio e me estendeu a mão
Ao me levantar, senti-me forte
E ao me sentir forte, também estendi a mão
Ao estender a mão, me senti ainda mais forte e feliz
Só aí é que eu percebi
Que era dento de mim que tu estavas

Autor desconhecidoPosted by Picasa

Mensagem de Amor


Cronos

O Deus que a todos devora,














a tudo consome e a ninguém perdoa, parece que se criou para nos dar "vida".

Como poderíamos nos desenvolver, assim como tudo o que nos cerca, num espaço atemporal?
Cronos...
O Deus do Tempo!
Como você vê esta relação?





sexta-feira, 29 de maio de 2009

Está chegando a hora


Está chegando a hora ! Embora extremamente improvável, alguns cientistas acreditam na possibilidade de existirem buracos brancos e negros, próximos à superfície da terra, o que poderia explicar uma série de fenômenos ainda inexplicáveis, como a inversão polar em pelo menos duas coordenadas distintas no hemisfério sul, a força gravitacional de Porto Rico, que destoa da força gravitacional da terra por ser menor, e até quem sabe, o desaparecimento de uma esquadrilha norte-americana inteira durante a segunda guerra mundial, quando passavam sobre o famoso Triângulo das Bermudas, e que no seu último contato, pouco antes de desaparecerem, ao receberem orientação sobre o sentido cardinal para o qual deveriam se deslocar, comunicou, através do seu comandante, que não conseguiam entender o que estava acontecendo e aonde se encontravam. Hoje, pesquisadores americanos, através de um detector de vórtice magnético, já detectaram mudanças bruscas do magnetismo terrestre nesta mesma área, fenômeno que nossa improvável hipótese, também poderia explicar.Quem sabe com o aprofundamento da teoria das Cordas, encontraremos as respostas definitivas para tantas indagações.E você ? O que você acha ? Posted by Picasa
O futuro do nosso planeta está nas nossas
mãos .
Me diga! O que você tem feito por ele?

Posted by Picasa
Terra!... O planeta azul.



















Saiba um pouco mais sobre a sua casa!

Principais características
Distância máxima do Sol ( milhões de Km )
152,1
Distância miníma do Sol ( milhões de Km )
147,1
Distância média do Sol ( milhões de Km )
149,6
Diâmetro equatorial ( Km )
12.756
Diâmetro polar ( Km )
12.713
Velocidade orbital ( Km/s )
29,8
Volume
100
Massa
100
Densidade ( em relação à água )
5.5
Gravidade
100
Temperatura ( centigrados )
-70/+50
Atmosfera
nitrôgenio, oxigênio
Satélites
1
Translação
365 dias
Rotação
23;56min;4seg
Entre os planetas interno, a Terra esta em uma posição favoravel a vida, pois possui um equilibrio térmico muito bom, pois não é tão quente como Vênus e também nao tão frio quanto Marte.
A temperatura máxima registrada na Terra ainda não ultrapassou os 60 graus centigrados e a minima en torno de - 80 graus centigrados. A toração de quase 24 horas e, apenas cerda de 12 horas de insolação não são suficientes para provocar aquecimento intenso nas regiões iluminadas, e a noite, també, é curta para provocar frio intenso.
Com o movimento da translação, o planeta descreve uma órbita em volta do Sol a cada 365 dias aproximadamente, o movimento é uma curca fechada de forma eliptica, a distância na translação não se mantem constante, variando entre o maximo de 152,1 e o minimo de 147,1.
O planeta encontra-se mais próximo do Sol ( periélio ) no início do ano e mais distante dele ( afélio ) no meio do ano, mas não é esse motivo de maior ou menor afastamento do Sol que ocasiona a estações do ano como o inverno e verão.
Infelizmente, em muitos livros didáticos brasileiros, tal erro se encontra, afirmando que é inverno quando a Terra esta mais distante e verão quando está mais proximo ao Sol, esse erro é insuportável e ainda consta em alguns livros, ensinando astronomia totalmente errado para as crianças.
As estações do ano ocorrem devido a inclinação do eixo de roração da Terra, o eixo da Terra não é perpendicular ao plano da órbita, esta inclinado em cerca de 23 graus. Por causa disso, durante a revolução do planeta os hemisférios mudam na posição voltada para o Sol. No começo e no final do ano, o Sul esta mais exposto aos raios solares, recebendo mais calor, é o verão, enquanto isso, o norte é inverno, pois ocorre o oposto, os raios solares nao estão mais expostos ao Sol como o Sul, pois a inclinação de 23 graus do eixo da Terra impede que os raios solares "entrem" com facilidade
Tempos muito difíceis
"A longevidade de nossa civilização na Terra já foi estudada com cuidado há décadas. O resultado da pesquisa pode nos dar uma idéia de quanto tempo podemos esperar existir como espécie no Planeta.
Considere uma folha de papel comum, com cerca de 0,1 milímetro de espessura. Corte-a em dois pedaços iguais e coloque-os um sobre o outro. Repita o procedimento, cortando novamente e empilhando os quatro pedaços. Mais uma vez e teremos oito pedaços que formam uma pilha com menos de 1 milímetro de altura. Imagine que você possa continuar assim até completar um total de 100 cortes. Qual você supõe ser a altura da pilha ao final dessa operação imaginária? A resposta é: dez bilhões de anos-luz, o equivalente a cerca de 70% da distância que nos separa do limite do Universo observável.
Quando se dobra um valor a cada passo temos um exemplo de progressão geométrica, que de início cresce devagar, mas subitamente parece explodir com um aumento descomunal. Um outro exemplo de crescimento geométrico é o da população mundial, que aumentando 2% ao ano, dobra a cada 35 anos.
Ao estimar um limite para o número de pessoas na Terra temos que aceitar o fato incontestável de que somos feitos de matéria e que esta é subtraída do planeta para a construção de nossos corpos. Somos formados principalmente de água, e, portanto, ela é retirada cada vez mais da crosta terrestre com o aumento da população. Por mais absurdo que possa parecer, o crescimento populacional atual faria transformar toda a água dos oceanos em pessoas em apenas 1200 anos, sem restar uma única gota para beber, tomar banho ou pescar.
Na mesma taxa de crescimento, em 1600 anos o peso da humanidade seria igual ao da Terra, e em 2300 anos, igual ao do Sistema Solar. Se nos abstraíssemos da conservação da matéria, imaginando que fosse possível construir corpos a partir do nada, em 5300 anos seríamos uma grande esfera de pessoas amontoadas, com um diâmetro de 300 anos-luz, se expandindo com a velocidade da luz.
É tolo quem pensa que nosso irresponsável modo de vida pode continuar por muito mais tempo. Seus tristes resultados já começam a dar sinais em todas as partes do mundo, na forma de uma perda acentuada da qualidade de vida, da destruição rápida do meio ambiente, da miséria total, da fome, da desvalorização do ser humano, do suicídio, das drogas, do ódio, da violência e da insensibilidade. Muitos dos responsáveis pela perpetuação do atual sistema conhecem o problema, mas procedem como se ele não existisse, para garantir o seu lucro.
Não podemos mais permitir que os lobos em pele de cordeiro continuem a sua depredação tão aplaudida. Eles ganham com a morte, devastam sem escrúpulos, iludem convincentemente, nos fazem acreditar que o ruim é bom e que o errado é certo, desprezam o verdadeiro valor do ser humano e controlam o que devemos saber. Querem cada vez mais, sem limites, às custas da miséria de muitos. Eles estão por toda parte, insensíveis aos problemas da maioria silenciosa que colhe os amargos frutos de sua insensatez. Fazem tudo apenas em benefício deles mesmos, enquanto o legado de seu egoísmo será a devastação total. Há muito que ultrapassamos o limite. Precisamos resgatar o bom senso perdido e começar a pensar maior, para além de nosso tempo de vida. As futuras gerações não nos perdoarão por termos transformado em um inferno insuportável um planeta que ainda pode ser um verdadeiro paraíso, e que é único no Sistema Solar."
Roberto F. Silvestre-astronomo amadorsilvestre@ufu.br

geovisit();




Posted by Picasa

quinta-feira, 28 de maio de 2009

O milagre


Alegrem-se !O verdadeiro milagre já aconteceu.Ou vocês acreditam realmente que a vida é uma utopia e a morte uma realidade?A continuação desta vida, agora, já pode ser vista como uma mera consequência.O milaaaagre jáaa aconteceu !!!Como dizia Lavoisier: " Na natureza nada se cria, nada se perde. Tudo se transforma." Posted by Picasa

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Cada um caminha sobre o mundo que escolheu. A sua alma está, aonde o seu coração está.

Cada vez acredito mais no Poder de criação do Ser-humano. Tenho visto diversos fenômenos de "materialização" acontecendo em diversas culturas, cada um, de acordo, única e exclusivamente de acordo com as suas crenças.
Cada Ser parece ainda ser um universo inexplorado vagando entre tantos Seres por diversas galáxias. Se isto for verdade, realmente existem tantos deuses quanto seres humanos pelo universo, e nós, deuses das nossas próprias criações.
O próprio Jesus dizia: "Vós sois deuses, se credes em mim poderão fazer o que eu faço e muito mais." Tudo indica que ele realmente andou fazendo muitas coisas.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Jesus e Maitreya

Jesus e Maitreya
Imprimir
A consciência avatárica do Ciclo Passado - ou Piscis -, o Meigo Nazareno, a expressão pura do Amor Universal, enriqueceu, nesses últimos milênios, milhares de seres que mercantilizaram a Sua imagem e ensinamento. Religiões e seitas foram criadas em várias partes do planeta. Derramaram sangue das humanas criaturas, escravizaram e sentenciaram milhares de seres à morte, oprimiram povos de diferentes nacionalidades, criaram dogmas, geraram preconceitos, impediram o avanço científico e tecnológico, influenciaram negativamente reis, príncipes e governantes de várias épocas, tudo isto centrado na imagem de um Homem que nasceu como todos os homens e, divinamente, rebelou-se contra a ordem instituída por governantes mesquinhos e retrógrados que se preocupavam, exclusivamente, com o poder e conspiravam para impedir a marcha evolutiva da humanidade. Todas essas atrocidades foram cometidas e ainda são praticadas em nome do Meigo Nazareno, que nada tem a ver com a ganância despudorada de seres arraigados unicamente ao poder material ou ilusório. É lamentável que esses seres, ainda, arrastem multidões que lhes dão ouvido e seguem-nos , e que muitos ainda transfiram suas riquezas a estes, sustentando-os em mansões suntuosas com as suas respectivas famílias que vivem nababescamente sentados na opulência. Estas "aves de rapina" praticam crimes de todas as ordens e o que é mais revoltante, na época atual, retiram do pobre trabalhador o seu salário, onde nos países sul-americanos é profundamente injusto e que, precariamente, dá para o sustento de suas famílias. Exigem o pagamento de dízimos exorbitantes.
A imagem e o ensinamento do Meigo Nazareno serviu e serve para atender o egoísmo de grupos organizados sob a capa de uma falsa mística, onde lucros fabulosos são extraídos e crimes são praticados à luz do dia, sob o apoio indireto das autoridades constituídas que nada fazem e nem podem fazer devido o comprometimento com o sistema vigente. Leis são elaboradas para atender as atividades religiosas corruptas em que em sua essência servem para amparar estas falsas lideranças espirituais.
A Grande Fraternidade Branca, através do Olho que Tudo Vê e nada lhe passa despercebido, contempla este estado de corrupção instalado na Face da Terra e inicia o resgate na lama, onde foi projetada a imagem e o ensinamento daquele que podemos considerar a maior expressão do Amor no Ocidente.
Não resta nenhuma dúvida de que milhares de seres destes últimos milênios, centrados no ensinamento do Meigo Nazareno, desabrocharam a sua Consciência Crística, alcançaram através da Senda Iniciática, a celestial mansão de Jerusalém que não se encontra, geograficamente, localizada em lugar nenhum.
A esses afortunados seres, nós rendemos as nossas homenagens, pois compreenderam e vivenciaram a transitoriedade da existência terrena. Entenderam que o nosso período na Face da Terra é curto, o qual exige dos seres conscientes da sua encarnação a exata compreensão da assimilação e da vivência no plano terreno. Negaram-se a seguir fanaticamente quem quer que seja, autoridades divinas e terrenas. Optaram por seguir as inspirações emanadas do seu interior e compreenderam o mundo simbólico transmitido nesses milhares de anos pelos Mestres da Grande Fraternidade Branca, desvelando os símbolos à luz da sua inteligência superior. Negaram corajosamente os adornos, o poder oferecido pelas humanas criaturas e a esses vitoriosos, nós os saudamos e, bravamente, seguimo-os de maneira determinada, procurando mostrar a cada ser que, de coração puro, aproxima-se de nós a verdadeira senda destituída das falsas aparências e ilusões geradas através dos opostos.
O Meigo Nazareno enriqueceu e enriquece milhares de seres no planeta. Em Seu nome mata-se, em Seu nome lares são destruídos, em Seu nome as guerras são praticadas, em Seu nome o capital flui pelo mundo a fora para oprimir e esmagar as nações que lutam desesperadamente para manter a sua identidade e alavancar a evolução de seus povos, em Seu nome milhares de seres são discriminados, em Seu nome gera-se a fome e a justificativa desta perversidade é o Karma, em Seu nome milhares de almas são projetadas no inferno pelos seus irmãos que buscam exclusivamente a dominação, em Seu nome nega-se ajuda ao semelhante, em Seu nome está sendo gerado o maior crime contra a humanidade ocidental que é o fundamentalismo religioso político e econômico, em Seu nome são feitas campanhas para elegerem canditatos em cargos importantes no Brasil. Candidatos descompromissados com a verdade que vão servir de objeto no Congresso Nacional aos interesses exclusivos e despudorados de lideranças religiosas que há anos vem formando o seu império em cima da ignorância e a miséria do povo brasileiro; em Seu nome discursos hipócritas são elaborados, em Seu nome rituais de descarrego e outros do gênero são praticados para imbecilizar, cada vez mais, o nosso povo, em Seu nome milícias ideológicas dentro das Igrejas estão sendo formadas para monitorar os passos de seus seguidores, em Seu nome dezenas de políticos inescrupulosos foram supostamente convertidos para ocultarem suas atividades corruptas. As previsões para esta tragédia são verdadeiramente imprevisíveis, a qualquer momento, poderá surgir no cenário político um fanático enlouquecido pelo poder e cometer desatinos que poderão marcar a coletividade brasileira por longas décadas.
POBRE AVATARA , todo o Seu ensinamento corrompido em sua essência, vilipendiado e atraiçoado pelos mercadores, evocado nos mais sórdidos lugares na Face da Terra e que, lamentavelmente, no mês de dezembro, é transformado no garoto propaganda do comércio ocidental, que rende lucros fabulosos que são extraídos por comerciantes e religiosos, culminando esta farsa na passagem do dia 24/25 de dezembro com a celebração da Santa Ceia, onde milhares de lares no Ocidente festejam fartamente o suposto nascimento do Meigo Nazareno com trocas de presentes entre si, e em gozo material, aonde cada lar ostenta a sua opulência. Festejo este que, nada tem a ver com a Vida Iniciática do Meigo Nazareno.
O tragicômico desta sociedade hipócrita, é que outros milhares de seres nada possuem, nem teto para lhes abrigar do frio e da chuva. Retiraram-lhe tudo. Sua dignidade de ser humano, a projeção de sua consciência no Reino Animal. Há fome como permanência em suas vidas. Caçam-lhe o direito à educação, multidões são vistas amontoadas nos lixões das cidades, políticos com índole nazista roubam a merenda das miseráveis crianças nas escolas municipais e estaduais, e o fruto destes roubos são festejados em bacanais com crianças brasileiras. Esta sórdida prática vem ocorrendo há anos em várias prefeituras do país. O dinheiro da merenda escolar que pertence aos filhos dos trabalhadores é desviado de maneira repugnante, e estas práticas abomináveis não param. Desempregam milhares de trabalhadores e, intelectualmente, justificam que tal genocídio é atribuído ao avanço tecnológico científico. Retiram-lhe a identidade de homem como ser pensante, caçam-nos qualquer perspectiva de futuro para nossa juventude.
No mês de dezembro, em especial na data natalícia do Meigo Nazareno, festejada pela sociedade hipócrita e mesquinha, surge pelas estradas os bons samaritanos distribuindo quentinhas, agasalhos e brinquedos de quinta categoria que os mesmos não oferecem aos seus filhos, mas posam de papai-noel com discursos demagógicos de homens bons e fervorosos nos ensinamentos do Meigo Nazareno.
Esses hipócritas que distribuem o resto de suas mesas, as migalhas de suas fortunas, extraídas da miséria física e mental dos infelizes trabalhadores dos países sul-americanos, providenciam estas supostas doações, em especial no Brasil, para serem descontadas em seus impostos junto à Receita Federal, isto é, na realidade não existe a prática da solidariedade, da caridade efetuada como eles divulgam e como querem que entendamos. Assim, mais uma vez, constatamos a corrupção da prática da caridade ensinada pelo Meigo Nazareno, muito embora, existam exceções. Os grandes negociantes neste período negociam com o Governo a miséria que eles fomentam em todo o continente com os Governos.
O mês de dezembro foi consagrado há alguns anos no Brasil como de combate à fome. Vários movimentos foram criados nos últimos anos para coletar e distribuir alimentos para os menos favorecidos, em especial à grande massa de trabalhadores desempregados, forjada na última década. É neste período que as elites dos nossos governantes aparecem para formatar a sua imagem de bom samaritano e candidatar-se a cargos no Executivo. Esta prática serve para ocultar suas reais atitudes perversas que, durante o ano, praticaram contra o trabalhador. Escravizaram, retiraram-lhe todo o direito, pagaram salários incompatíveis com a realidade econômica da nação e, que neste mês, contratam artistas populares, em especial, duplas sertanejas para acalentar a alma dos famintos através de shows em estádios, na TV, etc - e estes artistas aproveitam esta época para lançar seus CD's e embriagarem com fantasias sórdidas a massa trabalhadora do país e assim mais um ano se renova e as esperanças são acalentadas pelo desempregado.
A insensatez humana está se aproximando do ápice, o egoísmo alastra-se como erva daninha por todo o planeta, movimentos supostamente espirituais surgem no cenário da vida nacional e sentenciam de maneira acomodada que toda esta calamidade é fruto do Karma Coletivo e diante destas práticas infelizes somos obrigados aparentemente a aceitar esta posição simplista e leviana em sua essência. O que tem a ver os Senhores do Karma com o egoísmo arraigado à alma humana? São eles que ensinam os empresários a terem lucros absurdos, os mesmos lucros despudorados praticados no Brasil? São os Senhores do Karma que ensinam aos nossos banqueiros a prática da especulação financeira nos países sul-americanos, gerando assim esta miséria gigantesca que impede a evolução dos povos segundo as determinações da Grande Fraternidade Branca? A tais perguntas respondemos que os Senhores do Karma nada têm a ver com tais coisas. Tudo isto é o fruto da percepção distorcida das nossas elites que, em seu desequilíbrio, vem forjando a infelicidade do atual surto civilizatório.
Hipócritas preocupam-se incessantemente com a manutenção e o apogeu de seus supostos dirigentes, esquecem-se dos demais irmãos, principalmente, daqueles que vivem o infortúnio de avidya. Dizem que se na casa de seu irmão não têm na noite de Natal, uma ceia para celebrar com sua família, pouco importa, pois esta infeliz criatura está queimando seu Karma. Justificam a opulência de seus dirigentes de forma mesquinha e medíocre, que agindo assim estão dando cobertura a Divindade na Face da Terra. Até quando a Divindade terá que conviver com esta miopia espiritual? Até quando estas víboras inescrupulosas que negociam cargos em Shamballa estarão encabeçando movimentos mercantilistas na Face da Terra? Até quando outras regiões consideradas sagradas serão mercantilizadas por seres inescrupulosos?
"Vê com teus próprios olhos a miséria alastrando-se no campo, nas cidades; e a dor humana repercutindo em todo o Cosmo, e tu, emudecido, nada faz. Aguardas a hora de tua própria morte, quando realizarás a tua última e grande iniciação. Tu não fostes homem corajoso, tu verdadeiramente não te colocaste para servir ao teu irmão, tu fostes mais um adulador do Divino e, hoje, decrépito aguardas a morte que, através do egoísmo, engendraste, com ações perversas em relação ao teu semelhante".
Movimentos diabólicos estão iniciando a sua marcha para extrair benefícios materiais da imagem do Buddha Maitreya no Ocidente. Segundo a lenda, este deverá reinar no início da atual era, promovendo amor e paz para toda a humanidade, milhares de comerciantes no Ocidente estão voltando suas consciências para extrair lucros fabulosos deste magnífico Buddha que muito se assemelha com o Meigo Nazareno, falam as profecias que algumas regiões do planeta - consideradas os Chakras da Terra - há mais de mil anos estão sendo preparadas para receber com dignidade a objetivação do Senhor Maitreya.
Templos foram construídos nestas regiões para abrigar esta consciência avatárica. Infelizmente, já existem seres beneficiando-se desta profecia eminentemente tibetana e estão extraindo lucros fabulosos através da estreiteza espiritual e mental de seus seguidores.
Pobre humanidade conduzida pelos caminhos tortuosos da matéria que só consegue vislumbrar a luz no ato da morte, quando tudo perde o seu sentido, as vaidades desaparecem, o falso poder terreno perde a sua razão, tudo é consumado diante de sua visão apavorada, onde o culto que praticou fanaticamente e que considerava como verdade absoluta, neste exato momento, percebe que tudo foi uma ilusão infantil, fora escravo e objeto de falsos líderes espirituais, falsas lideranças, que apenas usaram a sua encarnação para extrair lucros terrenos.
O Jesus Lendário ressuscita no terceiro dia, conquista os Três Mundos (físico, psíquico e espiritual), da mesma maneira, o Excelso Senhor Maitreya é revestido pelas Três Vestes, é o que caminha nas Três Esferas Celestiais, o que desperta o Amor Universal, é a Consciência Avatárica que caminhará no Ocidente de calças e fará descer no mundo da lamentação - sobre esta humanidade sofrida Mil Buddhas - para elevar o estado de consciência daqueles que se mantiveram fiéis às Leis Divinas. Não podemos permitir que, neste início de ciclo, façam da imagem do Senhor Maitreya o que fizeram com a do Meigo Nazareno, devemos zelar e velar a Sua Imagem e não permitir que mercenários desequilibrados, extraiam lucros fabulosos para si e para suas respectivas famílias, pois esta é, praticamente, a última oportunidade de erguermos a humanidade da lama em que se encontra.

Evocação
À Jesus, ao Buddha Maitreya e aos milhares de Buddhas e Bodhisattvas realizados no atual Pramantha, rogamos:
Permitam que teus diletos filhos na Face da Terra, alcancem o estado do Ser Desperto e, com discernimento, possam trabalhar no aperfeiçoamento do atual surto civilizatório.
Que possamos adquirir a sabedoria necessária, para submetermos com a força do nosso pensamento iluminado, os elementos inferiores que tanto prejudicam a evolução da humanidade.
Que possamos dissipar obstáculos e empecilhos e submetermos os seres das trevas ao serviço da Grande Fraternidade Branca, criando ambiência favorável para o florescimento dos reais ensinamentos.
Que o Excelso Buddha Maitreya ilumine as consciências, permitindo a cada ser, despertar o estado de consciência de um Buddha e que as Três Vestes passem a vibrar com harmonia e perfeição.
Que possamos propagar os ensinamentos dos Gloriosos Buddhas e iluminar o mundo que se encontra mergulhado nas trevas.
Que os vitoriosos Bodhisattvas despertem em nosso Chakra Cardíaco a devoção necessária para inundarmos a Terra com o nosso infinito Amor.
Que possamos com sabedoria descrever para os demais seres, o sofrimento da existência cíclica, onde quer que se renasça...
Que tenhamos discernimento, para transcendermos os opostos, e alcançarmos o real objetivo da iniciação: a nossa plena iluminação.
OM MAITREYA MAITREYA / MAHA MAITREYA / ARYA MAITREYA SOHA
POSSAM TODOS OS SERES TER A FELICIDADE E SUAS CAUSAS
AMOR, SABEDORIA E ILUMINAÇÃO!
Dorje Isundru - Publicado em: 14/12/2003

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Manifesto Maçon

Artigos Político-Sociais

CARTA DA MAÇONARIA PAULISTA CONTRA A CORRUPÇÃO

Imprimir
Nós, maçons jurisdicionados ao Grande Oriente de São Paulo, federado ao Grande Oriente do Brasil e da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo, reunidos na noite do dia 20 de agosto de 2007 na Capital do Estado, nas dependências da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, em sessão solene comemorativa do Dia do Maçom, debatemos e aprovamos os seguintes princípios desta carta, denominada "Carta da Maçonaria Paulista Contra a Corrupção".
Tendo em vista que:
1. Vivemos no Brasil um cenário de exclusão social, onde, a miséria, o preconceito e a corrupção são os principais vilões do País emergente. A miséria leva à marginalidade milhões de pessoas; o preconceito afasta o indivíduo das relações sociais, marginalizando- o; e finalmente, a corrupção mostra a face mais sombria e tenebrosa dessa exclusão social, pois como decorrência direta da malversação do dinheiro publico, faltam recursos para investimentos em educação, saúde, habitação, segurança e transportes.
Assim, as populações mais pobres, que demandam a grande maioria dos serviços públicos, ficam prejudicadas, impedidas até mesmo de exercer o legitimo direito constitucional de ir e vir;
2. Combater a corrupção em todas as suas formas, é um dever maçônico e uma exigência da sociedade, acabando com essa epidemia social que subtrai do povo a possibilidade de uma vida digna e o pleno exercício da cidadania, negando a todos o direito à esperança de um futuro melhor; E considerando que:
· A história pátria brasileira se confunde com a ação de vanguarda social exercida pela Maçonaria através de árduas lutas e conquistas nacionais, legando ao povo o desfrutar da verdadeira liberdade responsável;
· A permanente e relevante representatividade da Maçonaria na sociedade paulista e brasileira fazem-na uma força viva da sociedade;
· A constante preocupação da Maçonaria com as questões sociais regionais e nacionais, acompanhando a evolução humana e identificando um pensamento social cada vez mais exigente para o acolhimento de soluções sérias e definitivas, caracterizando um real interesse na valorização da família brasileira;
Concluímos que:
É necessário recuperar a moralidade publica e instituir a transparência como fio condutor das ações governamentais, criando através da Maçonaria sistemas de operação mais eficientes e permitindo melhor controle da gestão publica, viabilizando fiscalização efetiva e uma oitiva da vontade popular, incentivando a participação da sociedade nas questões de relevante interesse público. Portanto, as Potências Maçônicas que esta subscrevem decidem:
1. A Maçonaria atuará de maneira homogênea, exigindo dos maçons que se acham investidos em funções publicas, um comportamento ainda mais austero e compatível com o rigor da filosofia maçônica;
2. Estimular todos os maçons para que se transformem em focos permanentes de luta contra a corrupção na sociedade, trabalhando ainda para difundir essa luta junto a todos os cidadãos com quem convivem;
3. Acentuar em cada Loja Maçônica a importância da tomada de posição clara e firme que precisa ser tomada por ocasião das eleições municipais, estaduais e federais, orientando os maçons, e, sempre que possível, promovendo debates entre candidatos;
4. Criar no âmbito das Jurisdições maçônicas um Fórum permanente destinado à análise e discussão das origens, práticas e disseminação da corrupção, definindo e adotando ao final, medidas práticas e contundentes para extirpar todas as ramificações da corrupção;
5. Desenvolver um cadastro de restrição maçônica onde constem todos os nomes de pessoas envolvidas nas condenáveis práticas de corrupção e improbidade administrativa, mantendo tais indivíduos vigiados e afastados de qualquer contato maçônico, e sempre que possível, mantê-los fora do serviço publico;
6. Promover a construção de uma sociedade revigorada em seus princípios morais e sociais, baseando-nos para tanto na trilogia Liberdade, Igualdade e Fraternidade;
7. Para que sejam concretizadas as decisões anteriormente expostas, as Potências Maçônicas signatárias desta comprometem- se a manter uma comunicação comum e homogênea entre todos os maçons jurisdicionados, conscientizando- os da gravidade do problema e também da importância da participação individual para viabilizar as soluções propostas, a fim de obter um congraçamento de trabalho produtivo e sempre sob os auspícios do Grande Arquiteto do Universo.
Benedito Marques Ballouk Filho Pedro Luiz Ricardo Gagliardi Eminente Grão-Mestre do Sereníssimo Grão-Mestre da Grande Oriente de São Paulo Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo.

terça-feira, 19 de maio de 2009

A porta mais larga do mundo

“A PORTA MAIS LARGA DO MUNDO” Conta-se que um dia um homem parou do pequeno bar tirou do bolso um metro, mediu a porta e falou em voz alta: dois metros de altura por oitenta centímetros de largura. Admirado mediu-a de novo. Como se duvidasse das medidas que obteve, mediu-a pela terceira vez. E assim tornou-a medi-Ia varias vezes. Curiosas, as pessoas que por ali passavam começavam a parar. Primeiro um pequeno grupo, depois um grupo maior, por fim uma multidão. Voltando-se para os curiosos O homem exclamou, visivelmente impressionado: "parece mentira!" Esta porta mede apenas dois metro de altura e oitenta centímetro de largura, e, no entanto, por ela passou todo o meu dinheiro, o pão dos meus filhos; passou o meu moveis, minha casa com terreno. E não foram só os bens materiais. Por ela também passou a minha saúde, passaram as esperanças da minha esposa, passou toda a felicidade do meu lar... Alem disso, passou também a minha dignidade, a minha honra, os meus sonhos, os meus planos... Sim, senhores, todos os meus planos de construir uma família feliz, passaram por esta porta, dia após dia... Gole por gole. Hoje eu não tenho mais nada... Nem família, nem saúde, nem esperança. Mas quando passo pela frente desta porta, ainda ouço o chamado daquela que e a responsável pela minha desgraça ... Ela ainda me chama insistentemente... Só mais um trago! Só hoje! Uma dose, apenas! Ainda escuto suas sugestões em tom de zombaria: "você bebe socialmente, lembra-se?" Sim, esse era a isca. Esse era o engodo e mais uma vez eu caia na armadilha dizendo comigo mesmo: "quando eu quiser, eu paro". Isso e que muita gente pensa, mas só pensa... Eu comecei com um cálice, mas hoje a bebida me dominou por completo. Hoje eu sou um trapo humano... E a bebida bem, a bebida continua fazendo as suas vitimas. Por is só e que eu lhes digo, senhores: esta e a porta mais larga do mundo! Ela tem enganado muita gente... Por esta, porta, que pode ser chamada de porta do vicio, de aparência tão estreita. Pode passar tudo o que se tem de mais caro na vida. Hoje eu sei dos malefícios do álcool< mas muita gente ainda não sabe. Ou, se sabe, finge que não, para admitir que esta sob o julgo da bebida. E o que é pior, tem esse maldito veneno, destruidor de vidas, dentro do próprio lar, à disposição dos filhos. Ah, se os senhores soubessem o inferno que é ter a vida destruída pelo vicio, certamente passaria longe dele e protegeriam sua família contra suas ameaças. Visivelmente amargurado aquele homem se afastou, a passos lentos, deixando a cada uma das pessoas que o ouviram, motivos de profundas reflexões.
Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! +Buscadoshttp://br.maisbuscados.yahoo.com
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

domingo, 17 de maio de 2009


A Dualidade é mais uma forma de manifestação cravada no intimo de nossa existência. É o expoente, que podemos reduzir ou simplificar, já que podemos apresentar uma mesma coisa de diversas formas. É parte da matemática da vida. É o branco e o preto, o claro e o escuro, o macho e a fêmea, a noite e o dia, a guerra e a paz. Provavelmente você pode neste momento estar lendo esta reflexão no seu computador, e ele também funciona graças a um sistema binário.
A manifestação do Bem e do Mal vem sendo descrita por todos os povos, segundo os estudiosos, desde o começo da humanidade.
Conhecemos a História de anjos decaídos e suas manifestações, descritas ao lado da História de um ou de mais Deuses, cuja natureza, ao contrario do que muitos espiritualistas pensam, segundo diversas crenças e religiões, não eram de natureza humana.
Exú, orixá mensageiro, dono das encruzilhadas, na visão dos mais tradicionais Pais de Santos, representantes do Candomblé, culto africano no Brasil, também não seria de natureza humana, mais sim, como no Toré e na Pajelança, irradiações diretas da natureza, provindas de Deus. Isto é tanto verdade para os seus adépatos, que nos terreiros de Candomblé, não são bem vistas, as manifestações tidas como de eguns, chamados de almas penadas, de natureza humana, enquanto Exú, abre a gira dos Orixas. Exú é Exú !
A manifestação das vibrações mais grosseiras, ligadas as sensações materiais, geradoras de tantos conflitos entre os homens, e que são realmente de natureza humana, são a dos Escoras e atualmente alguns Quiumbas, que já têm consciência da necessidade de se progredir em todos os estados como ser vivente, e trabalham para isso junto à outras formas de vida nas regiões mais primitivas, principalmente como policiais do astral inferior. Os Escoras são os que se manifestam como Exús, pois assim aprenderam a ser chamados, e têm diversos nomes, normalmente associados a alguma característica própria. Podem até mesmo estarem representando Exú, intermediando ações. De certa forma está também agindo como o Mensageiro, inclusive pelos suas átos, já que quando nos puxa uma orelha, normalmente estão nos enviando uma mensagem. Vamos acordar !
Quando falo de alguns Quiumbas trabalhando como Escoras, é graças ao processo de evolução, perfeitamente possível já que têm a mesma natureza humana. Mais Exús e Escoras, embora possam trabalharem juntos, além de não terem o mesmo grau de desenvolvimento, têm naturezas distintas.
Normalmente, o mais comum, é associarmos todos os espíritos ligados aos sentidos mais inferiores ao termo "demônio", independente de sua natureza.
Entre outros povos e culturas também encontramos os mesmos princípios de hierarquia e manifestações espirituais, compatíveis com as quais acabamos de descrever, porém com outras denominações.
Saiba agora, um pouco mais sobre alguns anjos decaídos e demônios, assim como suas características, de acordo com o livro intitulado Grimordium. Mais tarde tentaremos descrever também alguns escoras.

skip to main skip to sidebar 22.9.08Dicionário de Demônios - ( I ) IncubusIncubus são uma classe demoníaca masculina que se alimenta das almas de mulheres que possui carnalmente durante o seu sono. Certas doutrinas demonologistas consideram que os Incubus são na verdade anjos que caíram em virtude do seu gosto pecaminoso pelo prazer da carnalidade. Situam por isso a queda original desse tipo de anjos, pela altura pré-diluviana relatada no Livro de Génesis e no apócrifo de Enoch. Por isso, alguns demonologistas relacionam os Incubus com os Nefilins, ao passo que outros afirmam que Sata, Azazel e os 200 anjos desertaram o Céu para se juntar sexualmente com as mulheres, são na verdade Incubus. Incubus são masculino de Succubus – ver Succubus Conjurado por Santino às 05:32 0 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios Dicionário de Demônios - ( H ) HaagentiO demonio Haagenti é um grande presidente das regioes infernais, possuidor de trinta e tres legioes de espiritos impuros ao seu serviço. Ele tem a capacidade de tornar os homens sábios. Também se diz ser possuidor da capacidade de transmutar metais em ouro, sendo que tal facto traduz metaforicamente a capacidade de oferecer riquezas ao homem. Haagenti, possui também uma capacidade singular: é capaz de transformar água em vinho. Conjurado por Santino às 05:21 0 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios Dicionário de Demônios - ( G ) GênioGênio, na verdade constitui uma categoria de espíritos (tal como os «familiares»), que são elementais quando se manifestam na natureza, ou atributivos quando se manifestam no ser humano. Os gênios são elementais, porque estão associados ou manifestam-se através de elementos da natureza. Os gênios são também atributivos, pois estão também associados a atributos espirituais, ou seja: manifestam-se no ser humano por via de certo tipo de qualidades como vícios, artes, etc. O termo pelo qual são conhecidos advêm do árabe Jinn.Os Jinn são uma raça de criaturas que se situam entre aquilo que é o ser humano e os demónios. Se o ser humano é de carne e osso e mortal, ao passo que os demónios são apenas espírito e eternos, os Jinn são de certa forma feitos de matéria como os humanos, mas de tal forma etéreos que se assemelham ao fumo; se os humanos são mortais, os Jinn não são imortais como os demónios, mas tem uma vida de tal forma longa que aos nossos olhos tal se assemelha com a imortalidade.A palavra Jinn significa invisibilidade ou isolamento, que é aquilo que melhor define os Jinn: uma classe de espíritos á parte de toda a criação de Deus, um grau intermediário entre os humanos e os anjos.Os Jinn são conhecidos por conceder todo o tipo de desejos aos humanos que os conseguem invocar, contudo aquilo que concedem é sempre extremamente perigoso, pois encontra-se sempre acompanhado de consequências colaterais e subentendimentos. Ao mesmo tempo que oferecem o sonho, semeiam nele as raízes do pesadelo; ao mesmo tempo que concedem a mais divina flor, concedem também o mais doloroso espinho. Os Jinn devem permanecer em isolamento, pois a sua relação com os humanos é demasiadamente complicada: se bem que alguns gostam do ser humano e o ajudam, a maioria não perde uma oportunidade para causar desgraça e apenas responde aos pedidos humanos sob coação.Um génio é por isso um espírito que rege os destinos de uma pessoa ou de um local.Trata-se de um espírito também associado a um elemento da natureza, ( que se consegue manifestar nesta mundo por via de um certo elemento da natureza: agua, fogo, terra, ar), ou a um certo tipo de energia que promana de um certo tipo de acto vicioso, ou vicio.A palavra «Jinn» ou «Djinn» , tem uma significância relacionada com aquilo que é oculto, invisível, dissimulada e distante ou isolada. Conjurado por Santino às 05:19 0 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios 16.9.08Dicionário de Demônios - ( F ) ForneusO demónio Forneus pode conceder o dom de retórica, assim como favorecer os laços de fidelidade entre pessoas. Forneus tem sob sua autoridade vinte e nove legiões de demónios e detem o titulo de marques no reino dos infernos.
FurcasEm demonologia, Furcas governa vinte legiões de espiritos impuros, ao passo que é um dos cavaleiros do inferno. O demónio Furcas concede ensinamento de Filosofia, Astronomia e Astrologia, lógica, retórica e quiromancia e piromancia .
FurfurNa demonologia, Furfur governa sobre vinte e nove legiões de espíritos infernais. Furfur é um espírito de mentira, que apenas revela a verdade se forçado a tal através de meios místicos adequados. Furfur é também um demónio causador do amor entre homem e mulher. Este demónio tem também o poder elemental de influir em tempestades, trovoadas e relâmpagos. Se for obrigado a dizer a verdade, este espírito de mentira revela as mais profundas verdades sobre os divinos segredos de todas as coisas. Conjurado por Santino às 13:19 0 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios Dicionário de Demônios - ( E ) EligosO demonio Eligos governa sessenta legioes de espiritos infernais, e pode conceder a capacidade de descobrir coisas perdidas ou escondidas, assim como de revelar o futuro sobre guerras e conflitos. Este demónio também pode captar o apoio e favores de pessoas importantes. Conjurado por Santino às 13:15 0 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios Dicionário de Demônios - ( D ) DemogorgonO demonio Demogorgon é conhecido por ser possuidor de um esplendido palacio situado nas montanhas dos Himalaias. A cada cinco anos todos os demónios e génios são convocados a comparecer nesse sumptuoso palácio, a fim de prestarem contas das suas actividades demoníacas e feitos infernais. Esta convenção de demónios é extremamente parecida com os Sabbath das bruxas, e há quem alegue que as lendárias reuniões das bruxas são inspiradas neste ritual demoníaco conjurado pelo demónio Demogorgon. Este demónio não é retratado com forma humana, (nem masculina nem feminina), mas apenas como um espírito obscuro e sem forma. Dizem que este espírito demoníaco pode revelar em toda a sua extensão, a verdadeira natureza do mistério da vida e da própria criação, sendo que esse elevadíssimo saber pode levar um comum mortal á loucura.
Duma(h)Este é o demónio do silencio e da quietude da morte. Duma é o guardião do décimo quarto portão do Inferno e um espírito associado ao anjo da morte e o seu fenómeno ontológico. Conjurado por Santino às 13:13 0 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios Dicionário de Demônios - ( C ) CaimCaim foi o patriarca do primeiro assassínio, o pai humano da primeira morte e por isso, foi condenado á vida eterna nos infernos na condição de espírito terrenal e impuro, ou demónio.Caim é referenciado na Ars Goetia, como um demónio favorecedor de disputas, assim como que concede ao homem o entendimento e influencia sobre as aves, os cães (entre outros animais) e as águas. O demónio Caim também faculta saber oracular sobre o futuro.Caim nasceu da relação sexual que ocorreu entre Eva e Lúcifer, sendo esse o motivo pelo qual Deus o rejeitou (Caim era um nefilim, ou seja: parte humano e parte angélico, fruto de uma relação carnal entre anjo e mulher, algo que Deus repudia e que inclusive foi o motivo do Dilúvio), assim induzindo-o á perdição.Caim foi por isso (juntamente com Asmodeus, filho de Lilith e Adão) o primeiro primogénito da humanidade, que tal como o outro, acabou condenado à existência demoníaca.
CamarisO demonio Camaris tem o posto de marquês do inferno e possui vinte legiões de espíritos impuros sob seu comando. Camaris é uma divindade guerreira, possuidora da capacidade de descobrir coisas perdidas ou escondidas, assim como de ensinar ao homem a gramática, a lógica e a retórica. Este demónio pode levar o homem a tornar-se guerreiro e é o demónio que governa todos os espíritos de Africa.
CrocellO demónio Crocell é um dos duques do inferno, e quando invocado correctamente pode conceder sabedoria sobre geometria e outras ciências. Este demónio é conhecido pela forma obscura e misteriosa como fala com quem o contacta, e pode revelar fontes escondidas de agua. O demónio Crocell pode manifestar-se na ilusão do som de aguas correntes. Conjurado por Santino às 12:49 0 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios 15.9.08Dicionário de Demônios - ( B ) BalamNa demonologia, Balam é um dos poderosos reis dos infernos, que tem ao seu serviço quarenta legiões de demónios e espíritos impuros.Balam oferece respostas de grande detalhe e perfeição a todos os assuntos sobre o passado, presente e futuro.A invisibilidade é tida como um dos dons que ele pode facultar a quem concede os seus favores, se bem que a invisibilidade é na verdade uma metáfora para a capacidade de realizar viagens astrais com o corpo espiritual.
BarbasNa Ars Goetia, Barbas é descrito como o grande presidente do inferno.Possuindo trinta e seis legiões de espíritos demoníacos sob sua autoridade, ele pode conceder sabedoria sobre coisas que estejam escondidas ou perdidas, assim como artes mecânicas.Barbas pode também ser o grande causador ou curador de doenças, e dizem poder alterar as formas das coisas.
BathinDe acordo com a Pseudomonarchia Daemonum, o demonio Bathin é um duque dos infernos.Este demónio possui trinta legiões sob seu poder, e concede conhecimentos sobre os poderes ocultos das pedras preciosas, nem como sobre as virtudes das ervas.
BelialBelial é um dos mais conhecidos e poderosos demónios infernais. O seu nome deriva da divindade Caananita «Baal». Na religião Caananita, Baal é o Deus criador de todas as coisas, tal como para os judeus HYHV é o Deus criador de toda a existência.«Baal» significa na verdade «senhor», ou «Lorde», ou «Amo». O seu feminino é «Baalat». Na demonologia, é visto com um dos mais poderosos seres espirituais, aquele que se opõem ao Deus Javé e à sua ordem.Belial comanda as forças infernais contra as forças de Deus. Belial foi gerado ao mesmo tempo que Belial e é tido como o mais importante rei dos infernos, possuindo ao seu serviço oitenta legiões de demónios.Na sua condição de Rei – Chefe ou do Sheol, ele é responsável pelo pecado do orgulho, da arrogância e da loucura.Antes da sua queda, Belial era o anjo da virtude, e no reino de Deus ocupava o supremo lugar hierárquico que mais tarde (após a perdida batalha entre os anjos de Deus e os anjos revoltosos contra Deus), o arcanjo Miguel veio a assumir.Antes da revolta contra Deus, Belial era o primeiro arcanjo da criação na hierarquia celestial, seguindo-se depois dele e em segundo lugar o arcanjo Miguel, depois Gabriel em terceiro, seguido de Uriel em quarto e Rafael em quinto.A sua expulsão do reino de Deus consolidou a hierarquia angélica tal como a conhecemos hoje em dia.Belial pertencia á categoria dos anjos da vingança e anjos destruidores que estavam ao serviço de Deus e é um demónio destruidor de tudo: casamentos, negócios, saúde e da felicidade em geral
Belzebu Belzebu é o tenente dos exércitos infernais, estando directamente sob a autoridade de Lúcifer, o imperador do Inferno.Belzebu é famoso pelo seu titulo: «Senhor das Moscas»;Belzebu é o demónio que por excelência, proporciona os mais famosos e acertados oráculos.Belzebu preside a «Ordem da Mosca», e encontra-se entre os mais famosos anjos caídos.Dizem alguns Grimórios e estudos demonologistas, que Belzebu é uma das três entidades que constituem profana a trindade dos infernos, aquela que se opõem á santa trindade dos céus.A profana trindade seria assim constituída por Lucifer, Astaroth e Belzebu.A este ultimo é atribuído o pecado da gula, sendo que se diz que Belzebu habita em Africa.O demónio Balzebu preside aos Sabbath das bruxas, pois é senhor de todos os rituais que ali se celebram. A eucaristia das missas negras, é realizada sob o selo de Belzebu.Reza a historia, que Belzebu foi o responsável pela famosa possessão demoníaca de uma freira de nome irmã «Madalena de Demandoix», no convento de Aix-en-Provece – França
BelphegorBelphegor é um importante demonio, que concede a capacidade de realizar descobertas e invenções.É o demónio do talento e do engenho criativo, o génio que influencia os génios e as suas invenções.Belphegor pode também gerar grandes riquezas e prosperidade material.
BerithBerith é um dos grandes duques do inferno, tendo sob suas ordem trinta e seis legiões de espíritos impuros. È um demónio que pode dar a conhecer saber sobre o passado, presente e futuro, assim como se diz ser capaz de transmutar metais em ouro, o que é na verdade uma metáfora para a capacidade de conceder riquezas atraves de processos místicos.
BifronsBifrons encontra-se descrito na Pseudomonarchia Daemonumius, assim como no Legemeton. Bifrons é um demônio que pode conceder saber sobre a astrologia, a medicina, a geometria e conhecimentos sobre plantas e pedras magicas. O demônio Bifrons habita normalmente junto de cemitérios, dos quais é senhor.
BruxaNa época medieval, a bruxa era considerada um ser sobrenatural de natureza demoníaca, ou híbrida (entre demónio e humano), pois acreditava-se ser nascida da relação entre um demónio e um humano. De acordo com o Malleus Maleficarum, uma demónio feminina denominada succubus poderia ter relações sexuais com um humano, ao abrigo das trevas nocturnas e sem que este se pudesse defender do ataque demoníaco. O succubus recolhia assim o sémen de um homem tinha atacado durante o sono, e então usaria essa essência para engravidar outras mulheres. As crianças assim nascidas eram filhas do demónio, ou seja: já nasciam bruxas.Outra explicação porem fundamentava também a existência da bruxa: essas podiam também não nascer bruxas, mas tornarem-se bruxas através de um pacto com o demónio. Nesse caso, a bruxa tornar-se-ia amante do diabo, e em troca de relações sexuais com o diabo , receberia os seus poderes. A uma concubina do diabo, ou prostituta do diabo, chamava-se por isso bruxa, e ela beneficiava do dom das trevas. Os poderes das bruxas, sejam eles quais forem, denominam-se: «dom das trevas», e assim como no I Livro de Coríntios podemos ler quais são os 9 dons espirituais que vem do alto (de Deus), existem igualmente 6 dons das trevas, que vem dos demónios.As bruxas eram conhecidas por lançarem poderosos malefícios causadores de devastações, calamidades, destruição de lares, sedução de pessoas inocentes que caiam em pecado, etc; assim como por participarem em festividades e orgias com demónios e humanos,( Sabbat), ao passo que também por serem servas do Diabo e por isso representarem a profanação dos mandamentos de Deus neste mundo. Durante algum tempo, as Bruxas foram tidas como seres sobrenaturais, sendo que se fez a sobreposição da bruxa e os conceitos de Lamia e Sucubus.
BuneO demónio Bune é um dos grandes duques do inferno, possuidor de trinta legiões de demónios sob seu serviço. Este demónio pode fazer desaparecer cadáveres, e pode transformar os mortos em demónios que passam a ficar sob seu poder. O demónio Bune é por isso um espírito impuro que pode ser encontrado junto de sepulcros. O demónio Bune pode conceder eloquência na arte oratória, facultar respostas certas e também favorecer nas riquezas. Conjurado por Santino às 03:49 2 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios 13.9.08Dicionário de Demônios - ( A ) AamonNa demonologia, Aamon é um demónio que conhece o passado e o futuro, e é o responsável por facultar esse saber a todos aqueles que fizeram um Pacto com o Diabo. Este demónio é considerado um príncipe dos infernos, e possui 40 legiões de demónios sob seu comando.
AbaddonAbaddon em hebraico significa destruição. Este demónio é um dos anjos destruidores do Apocalipse, sendo referenciado na Bíblia no livro de Job, ( 26,6), assim como no livro do Apocalipse, (9,11).
AbbigarO demónio Abigar é descrito na Ars Goetia, e é um dos supremos presidentes dos infernos, possuidor de trinta e seis legiões de espíritos impuros sob seu poder.Abbigar pode instruir em matérias de astrologia e artes liberais, assim como revelar a localização de coisas perdidas ou escondidas.
AbraxasNa antiguidade, o nome deste demónio era gravado em pequenas pedras (as pedras de Abraxas), que eram usadas para fabricar amuletos. De acordo com a ancestral tradição mística Egipcia, o nome desta entidade era usada para representar e invocar tanto Deus como o Demônio, tanto a luz como as trevas, pois ele representa a dualidade em tudo aquilo que existe: morte e vida, calor e frio, noite e dia, etc.
AgielO seu nome advêm de uma palavra hebraica. A inteligência, o espírito benéfico de Saturno. O nome desta entidade é referido em obras místicas como «A chave de Salomão»
AllocerTrata-se de um dos grandes duques do inferno, que tem 36 legiões sob seu comando. Este demónio pode induzir á imortalidade e ensinar os mistérios das esferas celestes.
AmonAmon é um Marquês do Inferno, que tem ao seu serviço 40 legiões de espiritos malignos.Este demónio pode revelar verdades sobre o passado e o futuro, assim como tem o poder tanto de desunir amigos, como unir pessoas desavindas.A controvérsia é o seu dom e domínio.
AndrasO demónio Andras é visto por algumas obras místicas como um príncipe do inferno, embora noutras fontes demonologicas se encontra descrito como um Marquês do inferno. Possui 30 legiões de demónios sob seu poder, e é um dos demónios da discórdia.Andras é também um perigosíssimo demónio, predador de homens. Ele é o 63º dos 72 espíritos demoníacos de Salomão, considerado altamente perigoso. Este demónio é conhecido por poder matar qualquer mago que o conjure sem os adequados conhecimentos e força espiritual.O demónio Andras é também conhecido por incutir incontrolável ira nas pessoas, sendo responsável por actos de violencia e guerra. Ele é convocado por lideres militares conhecedores das ciências das trevas, tal é o seu poder destruidor e enraivecedor.
ArmârôsO nome Armaros advêm do Aramaico. De acordo com o livro de Enoch, este demónio faz parte de um grupo de 200 anjos denominado os «Vigilantes» ou os «Observadores». Estes anjos caídos, parecem estar ligados á maldição e á corrupção. Os Armaros, são úteis na reversão de feitiços e encantamentos.
AsmodaiDemónio mencionado nalgumas tradições Talmudicas, referido por exemplo na historia da construção do Templo de Salomão. Também é mencionado no Livro de Tobias. Este demónio, segundo alguns demonologistas, assume também o nome de Asmodeus .
AsmodeusAsmodeus é tido como um dos cinco príncipes do inferno. Asmodeus (também Asmodai) é o demónio do sexo e da Luxúria, podendo tanto desunir como unir casais.Na Bíblia (Livro de Tobias) é este o demónio responsável pela morte dos noivos de SaraCertas teses demonológicas advogam que Asmodeus é filho de Adão e Lilith, sendo que foi gerado quando Lilith ainda era esposa de Adão e ambos viviam no paraíso.Mais tarde Lucifer veio a possuir Eva (a segunda mulher de Adão), e desse segundo relacionamento sexual nasceu Caim.Caim e Asmodeus são por isso os primeiros primogénitos da história humana, ambos condenados aos domínios infernais.
AnticristoEste famoso demônio, é conhecido pela não menos famosa descrição numerológica: 666.O anticristo é um demónio vampiro, uma vez que realiza a missão inversa de Cristo, ou seja: se Cristo deu o seu sangue pela humanidade, o Anticristo suga o sangue da humanidade. Diz-se que o anticristo nascerá da união entre uma virgem e um demónio. Toda a obra do anticristo visa a corrupção da humanidade pelos vícios e pecados. O anticristo é capaz de realizar grandes prodígios e milagres, tal como Cristo fez e está escrito que marcará os seus seguidores com uma marca enigmática, que normalmente se entende ser o numero «666».
AstarothAstaroth, é um principe do Inferno. Este demônio encontra-se referido na obra de Salomão, assim como no Dictionnaire Infernal.Astaroth é um demônio da primeira e mais alta hierarquia, que influi sobre os pecados da preguiça e vaidade.Este demónio possui também a capacidade de ensinar ciências matemáticas, assim como de revelar tesouros escondidos.Astaroth pode também responder a todas as perguntas que se lhe colocarem, se formuladas de acordo com os devidos procedimentos ritualisticos. Conjurado por Santino às 06:30 0 comentários Marcadores: Dicionário de Demônios 12.2008 06.2008 Início Assinar: Postagens (Atom) Blogger TemplatesMySpace 2.0 LayoutsMySpace Comments Quem sou eu Santino Grimório é um livro de conhecimentos mágicos que contêm correspondências astrológicas, listas de anjos e demônios, orientações sobre como efetuar feitiços ou misturar remédios, conjurar entidades sobrenaturais e da feitura de talismãs. Visualizar meu perfil completo
Pergaminhos? 2008 (15) ? Dezembro (4) O Caso Poltergeist dos Bell (Parte III) O Caso Poltergeist dos Bell (Parte II) O Caso Poltergeist dos Bell (Parte I) Dicionário de Demônios - (L) ? Setembro (9) Dicionário de Demônios - ( I ) Dicionário de Demônios - ( H ) Dicionário de Demônios - ( G ) Dicionário de Demônios - ( F ) Dicionário de Demônios - ( E ) Dicionário de Demônios - ( D ) Dicionário de Demônios - ( C ) Dicionário de Demônios - ( B ) Dicionário de Demônios - ( A ) ? Junho (1) Exemplos documentados de Pactos com o Demônio ao l... ? Fevereiro (1) Ectoplasma ? 2007 (5) ? Setembro (5) Exorcismo Demonologia Vampiros Lobisomem Peste Negra MarcadoresDicionário de Demônios (10) Espíritos (3) Seguidores
Contagem de peregrinos Invocações

LeonardoA este demonio esta geralmente associada a figura de um bode negro, pois ele pode-se manifestar corporeamente dessa forma junto dos humanos. O demónio Leonardo é a divindade da feitiçaria, e preside a todos os Sabbaths das bruxas.LeviatãLeviatã é um tipo de demónio morfologicamente associado a terríveis e respeitáveis forças da natureza, um misto de bestialidade e força elemental. O demónio Leviatã surge no Livro de Job enquanto um monstro aquático, uma fusão entre a besta mais feroz (representativa assim de uma das formas da bestialidade), e a imponência do poder do mar (associado assim ao elemento da água na sua mais feroz manifestação). Devido a Leviatã, conhecem-se alguns dos atributos animalescos do demónio: «a sua força reside nos rins e o seu vigor no musculo do ventre».LilithLilith é o demónio feminino, mãe de demónios. Possuidora de grande beleza, é a concubina preferida de Lúcifer, (uma das suas 5 esposas, a preferida delas), e possui o título de rainha do Inferno. Lilith é um Succubus – ver Succubus – e consorte do demónio Samael.Lilith é na verdade a primeira mulher de Adão, a primeira mulher criada por Deus e que antecedeu Eva. Contudo ao contrário de Eva que foi criada a partir da costela de Adão, e que por isso era obediente, Lilith foi gerada em pé de igualdade com Adão, e por isso revelava traços de grande independência, o que desagradou ao seu esposo humano. Lilith era também livre e lasciva, sendo que se recusava a sujeitar sexualmente a Adão, ou sequer se submeter á sua suposta superioridade, (Lilith recusava-se a ficar debaixo de Adão durante o coito, sendo que Adão não aceitava essa posição de inferioridade do macho ), o que muito desagradava ao primeiro homem. Por assim ser, Lilith abandonou o Paraíso e fugiu para o Mar Vermelho, onde conheceu e manteve relações com diversos demónios. Ao perceber que a sua esposa tinha fugido, Adão queixou-se chorosamente a Deus. Deus ouviu os lamentos de Adão, e assim enviou 3 dos seus anjos para ir buscar Lilith e faze-la regressar para junto do seu esposo. Lilith foi abordada pelos 3 anjos que a foram buscar, a quem maliciosamente respondeu que já não poderia regressar ao paraíso para viver na companhia do marido, pois já se tinha desgraçado nas suas prostituições com os demónios e não era digna do esposo. A resposta fazia sentido, e o facto assim permaneceu consumado. Lilith continuou assim a viver na companhia dos demónios, prostituindo-se com eles e dando origem a filhos igualmente demoníacos. Adão ficou só, e Deus achou que isso não era bom, sendo que criou uma segunda mulher: Eva. Eva foi também ela seduzida por Lúcifer, e dessa relação nasceu Caim.Certas mitologias dizem que o motivo que levou Lilith a abandonar o paraíso foi não só a sua recusa em submeter-se a Adão, mas também a sua incontrolável luxúria. Foi a lascívia que a levou a entregar-se a Lúcifer, com quem conheceu o prazer que não conseguia ter com Adão. Em troca das relações sexuais, Lúcifer concedeu a Lilith sabedoria mística e magica. Foi essa sabedoria esotérica (a magia negra), que deu a Lilith os meios para fugir do Paraíso e consumar a sua magia negra, através da prostituição com os demónios. Lilith foi por isso a primeira bruxa na história da humanidade. Ao contrário de Eva que morreu como qualquer ser humano, Lilith tornou-se consorte de Lúcifer, e metamorfoseou-se num demónio. Lilith é um demónio succubus, que ataca os homens á noite e cavalgando sobre o corpo da sua vítima, lhes suga a alma através do contacto carnal.Segundo a etimologia judaica vulgar, o nome Lilith deriva de «Layil», que significa «noite». O mesmo nome, de acordo com as tradições assírio -babilónicas, significa «demónio feminino» ou «espírito dos ventos».LúciferO seu nome em hebraico, significa «estrela da manha», ou «estrela da alvorada», ou «luz da alvorada», estando todas estas expressões associadas ao planeta vénus que antes da alvorada, aparece como a primeira fonte de luz do dia que esta para nascer. Lúcifer é também o mais belo, sábio e poderoso ser criado por Deus, um anjo (um querubim) caído cujo o exílio do reino de Deus se deveu á sua tentativa de usurpar o trono do seu pai e ser igual a Deus. Lucifer foi feito a partir do fogo no primeiro dia da criação, é possuidor de doze asas brancas de invulgar envergadura e é o primeiro filho de Deus. Sobre Lúcifer, fala o Livro de Isaías:“Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. E contudo levado serás ao (Sheol), ao mais profundo do abismo.”.Isaías 14:12-15Este texto representa, (a pretexto de se dirigir a um rei terreno), a própria historia de Lúcifer, o primeiro filho de Deus, (mais bela e sabia criatura, conhecida pelo cognome de «o portador da luz», a quem o Pai entregou o poder sobre a morte), que se havendo rebelado contra o seu pai por a Ele se desejar tornar igual, acabou expulso do reino celestial, exilado para sempre no «sheol», ou o «mundo dos mortos».Por se opor ao seu pai e á tirania desse Deus HYHV, o seu filho exilado passou a chamar-se «opositor» ou «adversário», que em hebraico se escreve: «Satã». «Satã» não é por isso um «nome» que designa uma entidade em particular, mas antes um «titulo» ou um «adjectivo» que define todo aquele que de «opõem» ao deus HYHV.Porque na verdade Lucifer e Satanás são duas entidades diferentes, a Igreja na sua teologia oficial não considera Lúcifer o «Diabo», mas apenas um «anjo caído» - Petavius, De Angelis, III, 3, 4Lucifer era um anjo de Luz que havendo-se rebelado contra o seu pai, gerou uma guerra celestial. Havendo-a perdido, Lúcifer e os todos os anjos que o apoiaram, ( cerca de 1/3 dos anjos dos céus), foram banidos da presença de Deus e exilados no mundo dos mortos, ou «Sheol». Lúcifer é também conhecido por ser o «portador da luz», pois é o anjo da sabedoria . Lúcifer tentou oferecer a sabedoria a Eva, dando-lhe a provar o fruto da arvore do conhecimento (conforme no livro de génesis), facto que acabou gerando a expulsão de Adão e Eva do paraíso. Algumas tradições místicas hebraicas afirmam que Caim é filho de Lúcifer e não de Adão, facto pelo qual Deus desgostava dele e o rejeitou, conduzindo-o ao homicídio de Abel. Afirmam também certas tradições místicas que foi contra Lúcifer que Jacob lutou, pois Lúcifer era o anjo guardião de Caim e confrontou Jacob, desejando vingar-se do seu protegido. Lúcifer pode facultar sabedoria sobre todos os mais profundos segredos místicos e do oculto, assim como pode conceder um dos 6 dons das trevas. Lucifer é também pai de Mammon, e possui 5 consortes, sendo que Lilith é a sua imperatriz.LucifugesO demonio Lucifuges é um espirito da noite, detem o titulo de Marques dos infernos. Este é um demónio das trevas com grande aversão á luz, e é um espírito de vingança extremamente perigoso, que pode matar apenas pelo seu toque ou pelo seu mero sopro.

Texto de Santim e suas conclusões sobre um famoso caso de manifestação espiritual. Os Bell.

Conclusões:


"Que temos que aprender de um exame do caso do Espírito dos Bell? Para contestar esta pergunta teríamos que examinar os achados experimentais e teóricos da investigação psicocinética (PK). O leitor interessado deve conferir a bibliografia ao final deste artigo. O caso da Bruxa-Espírito dos Bell não enquadra em nenhuma teoria. O Espírito demonstrou um controle absoluto da clarividência, telepatia e PK. Cada vez que vemos a exposição de grande força na produção de fenômenos físicos, perguntamo-nos de onde provem a energia necessária para produzi-los. O Espírito dos Bell deteve os cavalos do General Jackson, bateu a um homem poderoso e a vários escravos, produziu vozes diretas, fez aportes de comida e produziu o veneno para matar a John Bell. Como fez tudo isto? Em sua avaliação das teorias da PK, D.Scott Rogo concluiu:
"Penso que nunca entenderemos a PK se continuamos crendo que há só um tipo de PK comum a toda a vida biológica. Estou de acordo. Isto precisa estender-se à PK humana e a PK espiritual ou de guias. Segundo meus experimentos na Argentina e Estados Unidos, a energia ao alcance humano é limitada, enquanto espíritos têm acesso a energias sem limite. Quiçá uma das razões pelas quais a parapsicologia avança tão lentamente é que abandonou o estudo dos grandes fenômenos como a levitação, os aportes, os poltergeists, por experimentos de laboratório de tipo estatístico os quais somente repetem o que já sabemos de longo tempo. Devemos persistir. Devemos golpear as paredes de cientistas que não prestam atenção até que compreendam que um verdadeiro novo mundo está esperando ser descoberto e aberto para nossos filhos e netos, se pomos o mesmo esforço que usamos em física, biologia, ou química. A ciência só se preocupa das necessidades desta vida, deixando as preocupações de uma vida depois da morte à religião ou a metafísica. A única ciência que pode servir de ponte entre uma ciência materialista e a vida espiritual é a parapsicologia.
Quando ensinamos um curso introdutório de parapsicologia na Universidade de Minnesota, Minneápolis, provamos que é possível combinar o conhecimento e os métodos das ciências físicas com os fatos colecionados pelos parapsicólogos, historiadores de várias religiões, psicólogos, psiquiatras, e ainda físicos e matemáticos. Depois de ensinar a respeito destes notáveis fenômenos psíquicos ao mais alto nível científico e crítico por três anos, a Universidade nos negou apoio material, e nos vimos forçados a seguir outros caminhos.
Se uma máquina destinada a romper átomos em partes cada vez menores custa dez mil milhões de dólares, e se o desenvolvimento de um novo bombardeiro custa mais de setenta mil milhões de dólares, quanto deveríamos investir em projetos dirigidos a estabelecer a realidade do alma, da vida espiritual, ou dos fenômenos psíquicos? Eu diria que isto vale tudo o mais acima e ainda mais. Com os cem milhões de dólares que recentemente se pagaram por duas pinturas impressionistas, nós poderíamos fazer investigações que teriam real significado para a humanidade. Enquanto, laboratórios importantes na investigação parapsicológica, dirigidos pelos mais distintos pesquisadores que produzimos nos últimos trinta anos, estão fechando as portas por falta de fundos. Espero que todos aqueles leitores que estejam de acordo comigo alcem suas vozes, escrevam aos membros do Congresso, ao Presidente da República, às fundações, aos milionários, de maneira que podamos trabalhar nestas investigações que são realmente importantes e pertinentes para todos os seres humanos.
Carrington e Fodor (1953), Owen (1964), e Rogo (1979, 1980) assinalaram que Betsy Bell poderia ser a causa do poltergeist dos Bell. A razão para castigar e matar a John Bell seria abuso sexual. Uma vingança continuada por tanto tempo é única. Se a intenção era matar a seu pai, Betsy poderia tê-lo fato muito mais rápido e sem a complicação de muitas testemunhas. A fraude é sempre uma possibilidade, mas isto teria requerido a colaboração de muitos cúmplices. Duvido que Betsy Bell tivesse pedido aos escravos que castigassem a si mesmos, e que o homem forte pretendesse que o Espírito o castigasse, e arrumar a pistola para que não disparasse, que o cocheiro do General Jackson fizesse deter aos cavalos apesar dos gritos e chicotadas, etc. "



Conjurado por Santino

sexta-feira, 15 de maio de 2009

"Conheça a verdade e a verdade vos libertara"

Com grande alegria, tenho podido participar já a algum tempo, através do convite de Fernando Caeiro, do estudo promovido pela Sociedade de Estudos Teosóficos.
O curioso é que ainda não tive a oportunidade de conhece-lo, contudo, novos horizontes têm se descortinado para mim  no campo do estudo e do entendimento  acerca da interpretação de diversas culturas e suas relações, em especial a da cultura dos nossos ancestrais nativos.
É assim, de mente aberta e sem preconceitos, que busco me sintonizar na minha tekoa.
Valeu Fernando !
Tá valendo Jorge Luiz !
" Se queres a paz, então te prepare para a guerra "

Mas...

" Você não pode mudar o mundo ! Pode fazê-lo um pouquinho melhor, começando por você !"

Trabalho Social

" A caridade não exclui a previdência " ( Social ? rsrsrsr )

Embora o trabalho social voluntário deva ser executado com total desprendimento, devemos estarmos devidamente orientados para nossas funções, afim de transpormos possíveis contra-tempos.

Momento de descontração - Deus


Eu me lembro
Eu me lembro
Era pequeno e brincava na praia
O mar bramia
E erguendo o dorso altivo sacudia
A branca espuma para o céu sereno
E eu disse então
Que dura orquestra
Que furor insano
O que poderá haver mais forte do que o vento
Ou maior do que o oceano
Minha mãe olhou pro céu e disse
Meu filho
Um ser que nós não vemos
É mais forte do que o vento
E maior que o mar que nós tememos
Meu filho
Este ser é Deus


Casimiro de Abreu

Este foi o primeiro poema que ouvi, quando ainda era criança

Vamos calcular ?


Já comentamos sobre a improbabilidade de se existirem buracos negros e brancos sobre a proximidade da superfície da terra, embora muitos cientistas defendam esta hipótese, que poderia explicar uma série de fenômenos ocorridos no nosso planeta.
A força da gravidade é um dos fenômenos mais fracos que conhecemos, mas dentro do buraco negro ela é e capaz de dobrar a luz para dentro de si. Uma coisa é certa, também "desapareceríamos", atraídos por esta força , se estivéssemos nas proximidades de um buraco desses. Daí a improbabilidade da existência desses buracos muito próximos de nós.
Apesar de não sermos capazes de visualizar-mos estes buracos e consequentemente lhe darmos uma dimensão real , podemos observar como por exemplo, o desaparecimento gradual de estrelas inteiras no universo, o que nos sugere o principio de alguns cálculos matemáticos baseados principalmente na relação do tamanho desses astros com outras medidas e leis da natureza, e que nos dão uma base da dimensão grandiosa dos mesmos. Mais e se estas mudanças bruscas do vórtice magnético da terra, como as que comprovadamente ocorrem no Triângulo das Bermudas, forem causadas por buracos de sistemas como os estudados na física quântica e não como os buracos da dimensão (tamanho) dos que acreditamos ter no nosso universo, realmente astronômicos, estes poderiam não serem capazes de nos consumir, e talvez estes sim, poderíamos encontrar-los aos montes próximos de nós, provocando efeitos físicos consideráveis e até então inexplicados.
Vale a pena lembrar-mos que como existe o Triângulo da Bermudas, existem pelo menos mais onze pontos no nosso planeta em que aparentemente ocorrem os mesmos fenômenos, como o do Mar dos Diabos, que ainda não foram tão estudados e que por estarem fora de uma rota marítima e aérea tão visitada, são menos conhecidos.
Bem...
Partindo do pré-suposto de que as cordas têm aproximadamente o comprimento de Planck, que é de 10-³³, ( na verdade é -35 ), vamos fazer as tranformações de medidas e calcular as probabilidades sobre as consequências destas tranformações de medidas ? Topa ? Então vai fundo ! Você primeiro ! Vou te aguardar ! Sucesso !